Tema da semana: 'Sinais'

domingo, novembro 27, 2005

Frascos Vazios

O Mato Grosso não era suficiente para toda aquela ânsia que não se sabe como um corpo tão esguio suportava. Tantos livros, o gosto refinado de quem morou por uns tempos na Europa e contemplava art nouveau e rococó. Tudo isso e nem se sabe ao certo a idade daquele jovem que admirava vinhos e nunca falhara a norma culta ao se pronunciar.

A mãe, psicóloga e tão esquizofrênica que afetou o filho, sempre fez questão de lhe proporcionar todos os mimos. Mesmo a contragosto do avô.

Decidiu-se que iria estudar longe de casa. Arrumou as malas e foram nelas seus tantos remédios... Um para cada fim. No mundo de prédios e efervescência se viu livre de todos os comentários típicos do interior. Conheceu gente nova, gente estranha. Conheceu o amor igual.

Porém, logo as mentiras não se sustentaram mais, acabaram as desculpas, o dinheiro e os comprimidos também. As crises se tornaram constantes, todavia ele não demonstrava abalo. Nunca quis perder a honra plástica que fazia questão de manter.

Num raro domingo ensolarado as malas voltaram a ser feitas, dessa vez de volta. De volta aos comentários nefastos, ao cheiro de campo. De volta ao Mato Grosso.

Por Antônio Soares, convidado especial, faz Auto-Análise regularmente